20 março, 2006

PEGA NA MENTIRA

Mentirosos compulsivos: acautelai-vos!
Tem gente que gosta de pregar uma mentira... mesmo não sendo pescador - sinônimo de exagerados, mentirosos, bons contadores de histórias mirabolantes nas quais os peixes pesam quase toneladas e os métodos podem ser os mais inusitados: com pauladas, com assobios, sem anzol, sem iscas, etc.
A Psiquiatria tem lidado com estes problemas - não os pescadores, que não mentem, apenas "exageram um pouquinho" - mas com os mentirosos contumazes.
Há diferentes modalidades de mentira, dentre as quais destaco:
  • A mentira da criança: falta de senso de realidade e medo de ser punido;
  • A mentira do mitômano: "A mitomania pode ser considerada patológica quando leva a um encerramento na necessidade de repetição", explica o professor Philippe Jeammet (Institut Mutualiste Montsouris, em Paris). "De um lado, o mitômano sempre sabe no fundo que o que ele diz não é totalmente verdadeiro. Mas ele também sabe que isso deve ser verdadeiro para que lhe garanta um equilíbrio interior suficiente. Em determinado momento, o sujeito prefere acreditar mais em sua realidade do que na realidade objetiva exterior. Ele tem necessidade de contar essa história para se sentir tranqüilizado e de acordo consigo mesmo."
  • A mentira do psicótico/delirante: na verdade, não se trata bem de mentira, mas de um delírio (transtorno de juízo sobre a realidade), como no exemplo do post anterior: "Revelação", no qual relato o caso de uma pessoa que está realmente delirante, não domina sua mente nem quer mentir.
  • A mentira do portador de "personalidade antisocial": este mente com propósito de causar danos à sociedade, para ocultar um crime, etc. Tratam-se de mentiras bem diferentes daquela do mitômano (v. acima). A mentira do mentiroso ou do fraudador tem finalidades práticas e desonestas. Para estes, o objetivo não é a mentira, sendo esta apenas um meio para fins excusos. Jamais se arrependem do que tenham feito (apenas lamentam "ter dado errado", quando presos, por exemplo). Os indivíduos com Transtorno da Personalidade Anti-Social não se conformam às normas pertinentes a um comportamento dentro de parâmetros legais. Eles podem realizar repetidos atos que constituem motivo de detenção (quer sejam presos ou não), tais como destruir propriedade alheia, importunar os outros, roubar ou dedicar-se à contravenção. As pessoas com este transtorno desrespeitam os desejos, direitos ou sentimentos alheios. Freqüentemente enganam ou manipulam os outros, a fim de obter vantagens pessoais ou prazer (por ex., para obter dinheiro, sexo ou poder). Podem mentir repetidamente, usar nomes falsos, ludibriar ou fingir.

Estes últimos parecem-se com certos políticos, não? Melhor dizer logo: muitos políticos são mesmo psicopatas... argh!

A "novidade científica" é que já se pode detectar, no cérebro dos mentirosos, uma certa alteração anatômica.
Vários estudos funcionais com ressonância magnética em indivíduos normais que mentem ou dissimulam falhas de memória mostraram aumento da ativação bilateral no córtex pré-frontral durante a mentira:

Com o intuito de avaliar se dados sobre as imagens estruturais cerebrais se correlacionam com mentir e enganar, os autores avaliaram o volume da substância branca e cinza pré-frontrais em indivíduos que mentem, enganam ou trapaceiam com o objetivo de testar a hipótese de que tais indivíduos apresentam uma anormalidade no córtex pré-frontal. Os volumes das substâncias branca e cinzenta pré-frontais foram avaliados pela ressonância magnética estrutural em 12 indivíduos que mentiam patologicamente, trapaceavam e enganavam (grupo mentirosos), 16 controles anti-sociais e 21 controles normais. Os mentirosos apresentaram de 22% a 26% de aumento na substância branca pré-frontal e uma redução de 36% a 42% na relação da substância pré-frontal cinzenta/branca quando comparados com os grupos controle anti-sociais e normais. Estes achados nos fornecem a primeira evidência de um déficit estrutural no cérebro dos mentirosos.
[Cf. artigo recente do British Journal of Psychiatry]

Daqui a pouco, teremos mais uma novidade: um teste para pegar os blogueiros mentirosos.
Verdade pura, eu juro de pés juntos e dedos cruzados.

Alguém aí se habilita a ser cobaia?

Nenhum comentário: