08 julho, 2006

Dor do crescimento

O desenvolvimento psíquico de toda criança se dá pelas vivências afetivas, nem sempre prazerosas. "Dor do crescimento" é metáfora apropriada quando se descobre o fim de uma ilusão. Um pediatra-psicanalista inglês, Donald Winnicott, dizia: "educar é desiludir". E como dói uma desilusão.

A experiência como terapeuta de adolescentes me fornece exemplos preciosos, difíceis de serem narrados com propriedade, pois requereriam contextualizar cada caso. Mas o cinema, algumas vezes, o faz com maestria.

Hoje à tarde, por acaso, sintonizo um dos canais do TeleCine, bem no início de mais um filme:

Um garoto atravessa campos dourados de trigo, em sua bicicleta. Chega a uma casa abandonada e descobre, aterrorizado: uma criança é mantida acorrentada dentro de um buraco. Nas cenas seguintes, o menino percebe que se trata de um sequestro perpetrado pelos adultos do vilarejo, com a participação de seu pai e de sua mãe. A idealização da figura paterna se dissolve aos poucos. Simultaneamente o garoto descobre, em si, medo e coragem.

Esse é o argumento do filme "Eu não tenho medo", que recomendo com veemência. É possível que seja encontrado nas locadoras, pois foi lançado em 2002.
Marcelo Moutinho, do site Críticos.com.br é quem diz:

A perda da inocência através do dorido contraste com os porões mais escuros do universo adulto já serviu de mote a filmes os mais diversos. Poucas vezes, contudo, com a delicadeza de Gabriele Salvatores em Eu Não Tenho Medo, indicado pela Itália ao Oscar de melhor produção estrangeira no ano que vem. O diretor, já oscarizado por Mediterrâneo, foi extremamente feliz na adaptação do romance homônimo do escritor Niccolà Amanti, co-autor do roteiro.

Não consegui desgrudar do sofá.

Ficha técnica:
EU NÃO TENHO MEDO (io non ho paura)
Itália, 2002
Direção: GABRIELE SALVATORES
Roteiro: NICCOLÒ AMMANTI, FRANCESCA MARCIANO
Fotografia: ITALO PETRICCIONE
Música: EZIO BOSSO
Montagem: MASSIMO FIOCCHI
Elenco: GIUSEPPE CRISTIANO, MATTIA DE PIERRO, AITANA SÁNCHEZ-GIJÓN
Duração: 109 min

Nenhum comentário: