01 abril, 2011

Tiro ao alvo do Soié

Jamais poderia imaginar que meu pai, Soié, fosse capaz de cometer assassinatos em série.

Nenhum comentário: