17 julho, 2007

Fabrício Carpinejar em BH

Há pouco mais de 1 mês fiz um pequenino post no qual citei o poeta Fabrício Carpinejar, gaúcho.

Hoje, fico sabendo que o próprio estará aqui em BH, para lançamento do seu livro "Meu filho, minha filha", dentro do projeto Sempre um Papo [Sala Juvenal Dias - Palácio das Artes - hoje às 19,30h - entrada franca].

Clique na figura abaixo para ler a matéria completa:



--------------

Update [22:50h] - Eis que me apresso em deixar aqui um agradecimento ao Carpinejar, que tão gentilmente acedeu em dar-me seu autógrafo. Disse-me que, como eu, vários presentes se apresentaram como "leitores de seu blog". Deixou-me a dedicatória: "BH, 17/7/07. Para Cláudio amigo, essa nossa letra tremendo: como uma boca pedindo um copo d'água. Bj, Carpinejar."

Na primeira página de O Amor Esquece de Começar, leio:


Quando estamos sozinhos, somos pela metade.

Quando somos dois, somos um.

Quando deixamos de ser um dos dois,

não somos nem a metade que começamos a história.


Dei o livro de presente para Amélia...

Nenhum comentário: