07 setembro, 2009

Mamão grávido

Mamão grávido
Foto by Cláudio Costa

Desde criança tenho a capacidade de me surpreender com as pequenas "coisas" da natureza, desde o imprevisto reflexo no espelho de uma poça d'água até às nuances da luz que incide sobre as montanhas, ao por-do-sol.
Lembro-me bem da alegria que era achar uma "banana gêmea" ou aquela laranjinha na laranja bahia. Coisas bobas, bobíssimas, mas que retornaram hoje ao me deparar com um mamãozinho dentro do mamão papaia. O café-da-manhã teve um sabor a mais, uma emoção tão inútil quanto desimportante, que me impeliu a correr para buscar a câmera e fotografar.
Amélia recordou as proibições da avó, que dizia ser perigoso comer bananas gêmeas porque eram 'alterações' da natureza! "-Quem disse que não comia? Era uma delícia!", sorriu Amélia ao contar as preocupações da Dona Rosinha, nascida em 1895.
O prosaico do feriado seria colorido pela surpresa do mamão grávido.

Nenhum comentário: