09 maio, 2007

Bento XVI no Brasil

O Papa chegou ao Brasil e uma Mercedes com motorista iria trazê-lo do aeroporto de Viracopos, em Campinas, para São Paulo.
Na Bandeirantes, o motorista vinha dirigindo muito lentamente quando o papa pediu-lhe que corresse mais. Mas, recebeu como resposta uma negativa, porque não poderia andar rápido, por haver muitos guardas na estrada.
Então, o Papa mandou que ele parasse o carro e disse que dali em diante ele mesmo dirigiria, mandando o negão pro banco de trás. Quando estava a 180km/h, não deu outra, foi parado por um policial.
O guarda pediu-lhe os documentos.
Ao ler os documentos dados pelo papa, ele foi até o seu superior que estava na viatura e disse:
- Chefe, o homem é muito importante, é dos graúdos.
O chefe falou:
- Se é o governador? Pode multar!
- Não. É mais do que isso. Respondeu o guarda.
- Então, é o presidente? Pode multar também, que não tem perdão!
- Não! Disse o guarda. Acho que é bem mais do que isto, chefe.
- Porra, quem é? Pra ser mais importante que o presidente?!?!?!
- Para falar a verdade, chefe, eu acho que é São Benedito , pois só para o senhor ter uma idéia, o motorista dele é o Papa!

Nenhum comentário: