04 julho, 2010

Bairro Santa Lúcia-Belo Horizonte-MG (Photo by Cláudio Costa)
Muito já se disse sobre a localização geográfica de Belo Horizonte. 
Atribui-se à Serra do Curral, aquelas montanhas ao fundo da foto, a capacidade de proteger a cidade de uma possível onda de poeira radioativa, caso o sul do país fosse bombardeado com bombas atômicas! Quanto ao clima, realmente é muito bom - ou melhor, era ameno até chegar desenfreada verticalização. Mas, no geral, devido à altitude média de 900m, conseguimos noites amenas quase todo o ano.
Também se critica muito o traçado quadriculado da malha urbana, que se impõe desde a fundação, independente dos vales e morros. Acontece de nos depararmos com ruas interrompidas por barrancos intransponíveis, ladeiras íngremes e a sucessão de vales e montes: aos poucos, implantaram-se avenidas nos vales, acompanhando o curso de riachos que descem das serras, agora canalizados e recapeados, que nem mesmo os habitantes conhecem. De quando em vez, uma tempestade mostra a realidade: transbordamentos, destruição, barro.
A foto do Bairro Santa Lúcia, aí em cima, mostra a recente expansão morro acima, região sudoeste da cidade, próximo aqui de casa. Lá no alto já temos o Belvedere, onde fica o mais famoso shopping (BH Shopping) e a saída para Nova Lima e Rio de Janeiro (BR-40). Embaixo, São Bento e Barragem Sta. Lúcia. A encosta, íngreme, foi loteada e os prédios já brotaram, da noite para o dia...
Há muito o que mostrar desta cidade que me acolheu. E muito para você ver.

Nenhum comentário: