25 dezembro, 2005

Trovas de Natal

Meu grande amigo Paulo Alonso, meu irmão de Brasília, é filho do João Tavares.
Irmão Jota, como gosta de assinar, nasceu no Rio em 1920, foi para BSB em 71 e se dedica ao próximo incansavelmente.
Há duas semanas estivemos em sua casa, no Lago Norte, onde ele e sua Hilda nos receberam como príncipes: mesa farta e conversa calorosa!


Pois o Sr. João presenteou-me com seu recém publicado "Evangelho em Quadrinhas", , que é uma graça! Simplicidade e fé fazem do seu libreto um companheiro inspirador: por isso tenho-o sempre à mão. Eis a descrição do Nascimento de Jesus, nas trovas do "Irmão Jota":


Por decreto de Augusto,
Imperador do momento,
Deveria haver no mundo
Um total recenseamento.

Todos deviam fazer
Na sua própria cidade
As declarações pedidas
À gente de toda idade.

Sendo José descendente
Da estirpe de David,
Deveria ir a Belém
E recensear-se ali.

Partiram de Nazaré,
Que fica na Galiléia,
À cidade de Belém,
Situada na Judéia.

Na cidade de Davi,
Não achando hospedaria,
Tiveram que se alojar
Numa velha estrebaria.

Enquanto ali se achavam,
Maria teve o seu filho,
Envolveu-o em panos velhos,
Deitou-o em palhas de milho.

E o Verbo se fez carne
E habitou entre nós.
Para estar na Sua glória,
Basta ouvir a Sua voz.

Que os versos singelos do Sr. João possam nos inspirar na lição de humildade daquele menino, nascido numa manjedoura. Feliz Natal.

Nenhum comentário: